Notícias

Fundada Aliança de Investigação Científica Oceânica entre a China e os Países de Língua Portuguesa

Aconteceu no dia 9 de Setembro a cerimónia de estabelecimento da Aliança de Investigação Científica Oceânica entre a China e os Países de Língua Portuguesa, com mais de 70 representantes das 19 universidades e institutos que fazem parte da mesma, uma iniciativa da Universidade de Macau.

Segundo o vice-reitor da Universidade de Macau, Rui Martins, o principal objectivo da aliança é reunir especialistas para definir áreas de pesquisa em que se vai tentar obter financiamento para projectos conjuntos. Entre a investigação prioritária estará o impacto das alterações climáticas, que se reflectem de forma enorme nos oceanos e na vida marinha.

Do lado chinês, a iniciativa reúne dez universidades “de topo nesta área” da China continental, assim como a Universidade de Macau e a Universidade de Ciência e Tecnologia de Hong Kong. A aliança inclui ainda a Universidade Agostinho Neto, em Angola e a Universidade Eduardo Mondlane, em Moçambique, o Instituto Superior Técnico e a Universidade do Algarve, em Portugal, a Universidade de São Paulo e a Universidade Federal do Rio de Janeiro e a Universidade Federal do Rio Grande, no Brasil.