Notícias

Actividade industrial da China contrai em Setembro: inquérito

A actividade industrial da China caiu em Setembro para o nível mais baixo dos últimos seis anos e meio, de acordo com um inquérito preliminar privado divulgado na quarta-feira.

Segundo o jornal oficial chinês China Daily, o Índice de Gestores de Compras (PMI, na sigla inglesa) para o sector industrial – efectuado pela empresa de pesquisa Markit e financiado pela Caixin – decresceu de 47,3 pontos em Agosto para 47 pontos em Setembro.

Um valor abaixo dos 50 pontos indica contracção.

O desempenho do sector industrial da China continua a ser dificultado pelo aumento dos custos laborais e pela excessiva capacidade de produção, de acordo com o China Daily.

O inquérito, acrescentou a agência de notícias Reuters, revelou que as condições do sector se deterioraram em Setembro – em relação a Agosto – “em quase todos os indicadores”, com as empresas a cortarem na produção, nos preços e nos postos de trabalho “a um ritmo mais acelerado”, face à quebra nas encomendas.

Na sequência da divulgação dos resultados do inquérito privado para a área da indústria, o Primeiro-Ministro chinês, Li Keqiang, apelou à inovação no sector.

Citado pelo China Daily, o governante – que falava durante uma visita a uma empresa mineira, na província de Henan – pediu às empresas manufactureiras do país que criem uma nova força mobilizadora, de modo a estimular o crescimento económico do país através da inovação.