Notícias

Equipa médica da China realiza uma palestra sobre acções de combate contra o paludismo na USTP

Na última sexta-feira, a Universidade de São Tomé e Príncipe foi palco duma palestra sobre o conhecimento de paludismo por ocasião do 50º aniversário da introdução da Artemisina no combate desta doença, numa organização do Gabinete Consultivo Chinês de Luta contra o Paludismo em parceria com o Instituto Confúcio de USTP e o Centro Nacional de Endemias (CNE) de São Tomé e Príncipe.

Presidida pela Reitora Chinesa do Instituto Confúcio da USTP, Bai Mengxuan, a palestra foi animada pelo médico especialista chinês, Guo Wenfeng, bem como o representante do CNE, Wadmeide Martins.

De acordo com o especialista chinês, a artemisinina e os seus derivados são os medicamentos anti-plasmodium Falciparum de acção mais rápida de luta contra o paludismo em todos os medicamentos actuais. Guo Wenfeng falou ainda das variantes preventivas, com realce para processos visando a eliminação do mosquito transmissor da doença, bem como a prevenção através do mosquiteiro impregnado.