Notícias

Desenvolvimento constante de infraestruturas em Portugal, Angola e Brasil

Todos os oito países de língua portuguesa subiram em 2022 no ranking do Índice de Desenvolvimento de Infraestruturas “Uma Faixa, Uma Rota”, a iniciativa anunciada pelo Presidente chinês, Xi Jinping, em 2013.

No ranking liderado pela Indonésia, Filipinas e Malásia, o Brasil (12.º) é o país lusófono melhor colocado. Seguem-se, entre os países de língua portuguesa, Angola (22.º), Portugal (28.º), Cabo Verde (53.º), Moçambique (54.º), Timor-Leste (63.º), São Tomé e Príncipe (69.º) e Guiné-Bissau (70.º).

Portugal é entre os países lusófonos, aquele que aparece com a melhor pontuação no sub-índice de desenvolvimento associado ao ambiente. Angola é o que mais se destaca no sub-índice da procura, que junta factores como procura e mercado potencial. Já o Brasil lidera entre os lusófonos no sub-índice dedicado à receptividade local e entusiasmo de curto prazo no investimento de infraestruturas, calculado por exemplo, com base no valor dos novos contratos.