Notícias do Fórum de Macau

Delegação do Secretariado Permanente do Fórum de Macau visitou São Tomé e Príncipe

Entre os dias 13 e 15 de Novembro, um grupo de trabalho do Secretariado Permanente do Fórum de Macau, encabeçado pelo Secretário-Geral Adjunto Dr. Ding Tian, visitou São Tomé e Príncipe pela primeira vez desde a integração deste País no Fórum de Macau, em Março de 2017.

O grupo de trabalho foi recebido pelo Presidente de São Tomé e Príncipe, Dr. Evaristo Carvalho. Durante o encontro, o Secretário-Geral Adjunto, Dr. Ding Tian, fez uma breve apresentação do Fórum de Macau e do Secretariado Permanente, aproveitando para sublinhar que o Secretariado Permanente se tem esforçado no sentido de desempenhar o papel de ponte e elo de ligação e intercâmbio entre a China e os Países de Língua Portuguesa. Relembrou que, no próximo ano, o “Encontro de Empresários para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa” se realiza em São Tomé e Príncipe, antecipando que a realização do evento poderá ajudar as empresas de São Tomé e Príncipe na exploração de oportunidades de negócios, promovendo a cooperação económica e comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa.

O Presidente de São Tomé e Príncipe, por sua vez, garantiu que o seu País está empenhado numa participação activa nos assuntos a serem conduzidos pelo Fórum de Macau e assegurou à delegação a disponibilidade do Governo de São Tomé e Príncipe em contribuir com o melhor apoio possível para os trabalhos do Secretariado Permanente do Fórum de Macau. O responsável referiu que São Tomé e Príncipe tem características próprias, nomeadamente nas áreas da pesca, da agricultura, do processamento de produtos alimentares e do turismo, entre outras, formulando o desejo de atrair mais empresas chinesas no que diz respeito ao investimento directo e esperando que, pela via do mecanismo do Fórum de Macau, possa ser ainda mais reforçada a cooperação com a China.

O grupo de trabalho foi também recebido em audiência pelo Primeiro-Ministro de São Tomé e Príncipe, Dr. Patrice Émery Trovoada. O Primeiro-Ministro expressou o seu alto apreço pelos resultados obtidos pelo Fórum de Macau e pelo papel de Macau como plataforma, apresentando o ambiente de negócio local e formulando o desejo que São Tomé e Príncipe possa explorar o mercado da China através da plataforma de Macau, assim como atrair mais empresas para investir em São Tomé e Príncipe. As partes concordaram em continuar a reforçar a comunicação e os contactos para aprofundar o intercâmbio e a cooperação.

O grupo de trabalho foi ainda recebido em audiência pelo Ministro dos Negócios Estrangeiros e Comunidades, Dr. Urbino Botelho, pelo Ministro das Finanças, Comércio e da Economia Azul, Dr. Américo d´Oliveira Ramos, e pelo Embaixador da China em São Tomé e Príncipe, Dr. Wang Wei, e o seu Conselheiro Comercial, Dr. Gao Jinbao. A Delegação reuniu com o assessor económico do Presidente de São Tomé e Príncipe e Ponto Focal do Fórum de Macau, com o representante de Protocolo, com a Agência de Promoção de Comércio e a Câmara Comercial. As partes trocaram profundas e construtivas opiniões sobre o Fórum de Macau, o papel de Macau como plataforma de serviços para a cooperação comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa, sobre a avaliação externa ao Fórum de Macau e ainda sobre a preparação da 6.ª Conferência Ministerial. Ambas as partes anteciparam a intensificação de contacto e o estreitamento dos laços de cooperação em várias áreas, congratulando-se com o aprofundamento da amizade entre dois países.

O grupo de trabalho visitou ainda projectos implementados no âmbito da ajuda da China a São Tomé e Príncipe. Durante a missão oficial, o Secretário-Geral Adjunto Dr. Ding Tian foi entrevistado por vários órgãos de comunicação social, tendo a oportunidade de apresentar os objectivos da deslocação e também de divulgar o Fórum de Macau.

Com esta visita, o grupo de trabalho terminou um périplo de encontros oficiais que teve uma duração de 14 dias, com deslocações a Moçambique, Angola, Portugal e São Tomé e Príncipe.