Notícias do Fórum de Macau

Delegação do Secretariado Permanente do Fórum de Macau participa na “Mesa Redonda de Cooperação Económica e Comercial entre Sichuan, Macau e Países de Língua Portuguesa 2018”

No dia 9 de Novembro, os Secretários-Gerais Adjuntos do Secretariado Permanente do Fórum de Macau, Dr. Rodrigo Brum e Dr. Casimiro Pinto, participaram, em representação do Secretariado Permanente, na “Mesa Redonda de Cooperação Económica e Comercial entre Sichuan, Macau e Países de Língua Portuguesa 2018”. No evento assistiram à assinatura do “Memorando sobre o Fortalecimento de Cooperação Económica e Comercial entre Sichuan e Macau” entre o Departamento do Comércio da Província de Sichuan e o Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (IPIM).

O tema abordado nesta Mesa Redonda foi o “Novo Mecanismo, Nova Plataforma, Novas Oportunidades” assunto importante e que faz parte integrante da “Semana de Cooperação entre Sichuan – Hong Kong – Macau”, cujo objectivo é o aproveitamento, das vantagens específicas de Macau, como plataforma sino-lusófona. O evento teve como objectivo aprofundar, em conjunto, a cooperação existente entre Sichuan, Macau e os Países e Territórios de Língua Portuguesa, abordando novas áreas de cooperação e de intercâmbio económico e comercial e ajudar a promover a construção de um local de excelência com uma economia aberta no Interior da China.

O Secretário-Geral Adjunto Dr. Casimiro Pinto afirmou, durante a Mesa Redonda, que a Província de Sichuan se encontra na vanguarda, da promoção da cooperação com os Países de Língua Portuguesa, afirmando que esta promoção da cooperação entre os Países de Língua Portuguesa e as províncias e municípios da China, constituiu uma parte importante no “Plano de Acção” assinado durante a Conferência Ministerial, bem como, nos trabalhos do Secretariado Permanente dos últimos anos.

O Dr. Casimiro Pinto deu ainda as boas-vindas à Província de Sichuan, no sentido de aproveitar as vantagens de Macau, como plataforma, com a finalidade de aprofundar a cooperação com os Países de Língua Portuguesa. Espera-se que com o aumento crescente da participação de mais províncias e cidades da China, sejam melhoradas as perspectivas de cooperação entre a China e os Países de Língua Portuguesa.