Notícias

Grupo chinês aposta no açúcar brasileiro

A empresa de processamento alimentar China National Cereals, Oils and Foodstuffs Corp (COFCO) anunciou na quarta-feira que vai passar a usar o terminal que opera no porto de Santos, no sul do Brasil, para exportar açúcar em vez de soja.

Num comunicado, o grupo estatal chinês justifica a decisão com o aumento da produção de açúcar no Brasil, uma subida que alguns analistas estimam em 10 milhões de toneladas.

A COFCO, que opera quatro unidades de processamento de açúcar e etanol no Brasil, referiu que o terminal terá capacidade para exportar 400 mil toneladas de açúcar por mês.

Segundo a Reuters, a China é um dos principais importadores de açúcar brasileiro e as vendas devem aumentar após uma redução substancial nas tarifas impostas ao açúcar importado para o mercado chinês, na semana passada.

A COFCO prevê voltar a usar o terminal de Santos para exportar soja em Janeiro, altura em que estará disponível a nova colheita brasileira, refere a agência noticiosa.