Notícias

Cinco universidades brasileiras juntam-se a aliança bibliotecária em língua portuguesa

Cinco universidades brasileiras estão entre as 40 instituições de ensino superior a juntar-se à Aliança Bibliotecária Académica entre a Região Administrativa Especial de Macau (China) e os Países de Língua Portuguesa.

São elas a Universidade de São Paulo, a Universidade Estadual de Campinas, a Universidade Federal do Rio de Janeiro, a Universidade Federal do Rio Grande do Sul e a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Num comunicado divulgado na segunda-feira, a UFMG revelou que a aliança criada na semana passada abrange, além de universidades de Macau, instituições de ensino superior de Angola, Cabo Verde, Moçambique, Portugal, Timor-Leste e do Interior da China.

Os alunos e académicos da UFMG terão maior acesso a obras e documentos em português e “melhores condições” para divulgar as investigações académicas e científicas que produzam, sublinhou Aziz Tuffi Saliba, Director de Relações Internacionais da universidade.

A aliança tem já disponível uma plataforma digital onde as instituições participantes têm acesso a materiais nas línguas portuguesa e chinesa.