Notícias

Cidade de Xiamen regista crescimento de 20,7% em comércio com países do BRICS, incluindo Brasil

O comércio de bens da cidade costeira de Xiamen, no leste da China, com os países do BRICS, incluindo o Brasil, atingiu 47,9 bilhões de yuans nos primeiros sete meses deste ano, um aumento de 20,7% em relação ao mesmo período do ano passado, segundo a Alfândega da cidade.

As exportações de Xiamen aos países do BRICS totalizaram 15,3 mil milhões de yuans, enquanto as importações atingiram 32,6 mil milhões de yuans durante o período, aumentos anuais de 28,1% e 17,5%, respectivamente.

As importações e exportações da cidade com o Brasil, Rússia e África do Sul atingiram 15,7 mil milhões de yuans, 14,8 mil milhões de yuans e 7,3 mil milhões de yuans entre Janeiro e Julho, altas anuais de 23,3%, 29,8% e 25,4%, respectivamente.

Os principais bens importados durante o período incluíram minério de metal e areias minerais pesadas, produtos agrícolas, carvão e lignite, enquanto as exportações incluíram principalmente produtos mecânicos, eléctricos e bens de trabalho intensivo.