Notícias

Comboio volta a ligar litoral de Angola ao Congo

O troço final da ligação ferroviária entre o litoral de Angola e a fronteira com a República Democrática do Congo foi inaugurado no Sábado, segundo a Xinhua, agência noticiosa oficial da China.

A linha férrea, com 1.344 quilómetros e reabilitada pela China Railway Construction Corporation, liga a cidade costeira de Lobito a Luau, localidade na fronteira com a República Democrática do Congo.

A reabilitação da linha, edificada ainda durante o período colonial mas danificada pela guerra civil angolana, arrancou em 2004 e foi financiada por um empréstimo sem juros de US$500 milhões concedido pelo Governo chinês.

De acordo com a China Railway, a linha irá no futuro ter ligações com o troço ferroviário que liga Angola à Zâmbia, bem como com a ferrovia entre a Tanzânia e Zâmbia.

Segundo a Xinhua, esta ligação ferroviária é a segunda mais longa edificada em África por uma empresa chinesa. A linha entre a Tanzânia e Zâmbia, construída por uma empresa chinesa na década de 1970, tem uma extensão de 1.860 quilómetros.

A nova ligação ferroviária angolana começou a operar numa altura em que o Governo chinês anunciou o reforço da cooperação com África no desenvolvimento de infra-estruturas.

Em Janeiro, a China e a União Africana – bloco que inclui 54 países africanos – assinaram um memorando de entendimento focado no desenvolvimento de infra-estruturas aéreas, ferroviárias e rodoviárias em África.