Notícias

Consórcio envolvendo empresa sino-brasileira constrói metro em Bogotá

A subsidiária brasileira da empresa estatal chinesa CRRC Changchun Railway Vehicles Co., Ltd. faz parte do consórcio que ganhou o contrato para construir a primeira linha de metro de Bogotá, no valor de US$4 mil milhões, avançou a Bloomberg.

O ‘Mayor’ da capital colombiana, Enrique Penalosa, anunciou que o consórcio – chamado Apca Transmimetro – inclui a China Harbor Engineering Co., a Xi’an Metro Co., a brasileira CRRC Changchun do Brasil Railway Equipamentos e Servicos, e a fabricante canadiana de aviões e comboios Bombardier Inc.

Segundo a agência noticiosa financeira, a construção da linha deverá arrancar no início do próximo ano. O metro deverá ter uma linha de 24 quilómetros, que irá transportar até 70 mil passageiros por hora das zonas mais pobres no sul de Bogotá para perto do principal centro financeiro.

A construção deverá prolongar-se durante pelo menos cinco anos, com o consórcio vencedor encarregue de construir as estações de metro e reconfigurar a rede rodoviária envolvente, além de assegurar a operação de manutenção do sistema durante duas décadas, refere a notícia.