Notícias

Empresas chinesas de comércio electrónico apostam no Brasil

As estratégias adoptadas por empresas chinesas de comércio electrónico para o mercado brasileiro estão a tornar as compras via Internet mais populares no país sul-americano, de acordo com Kevin Tang, Director da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-China.

Em declarações à emissora estatal chinesa China Radio International (CRI), Kevin Tang explicou que grandes empresas chinesas da área do comércio electrónico – como a Alibaba – têm vindo a adoptar medidas para captar mais clientes brasileiros. Entre essas estratégias estão a oferta de produtos a preços mais atractivos e o estabelecimento de websites em língua portuguesa.

“Oferecem preços competitivos, uma plataforma segura de compras online, uma grande variedade de produtos e facilitam o acesso a sites de Internet que antes não estavam tão facilmente disponíveis aos brasileiros”, afirmou o responsável, a propósito da abordagem das empresas chinesas.

“Tendo em conta todos estes factores, é meramente lógico que os brasileiros prefiram comprar à China”, defendeu Kevin Tang.

De acordo com a CRI, a conveniência do processo de entrega de produtos – incluindo entrega ao domicílio – também tem contribuído para o desenvolvimento do mercado brasileiro de compras via Internet. A emissora acrescentou que, em 2018, o Brasil poderá mesmo tornar-se no décimo maior mercado de comércio electrónico do mundo, de acordo com algumas estimativas.