Uncategorized

China disponibiliza US$60 mil milhões para apoiar África

A China irá disponibilizar US$60 mil milhões a África para apoiar o financiamento de 10 novos programas destinados a dinamizar a cooperação com aquele continente durante os próximos três anos, anunciou na sexta-feira o Presidente chinês, Xi Jinping.

As declarações de Xi Jinping foram proferidas durante um discurso na cerimónia de abertura da Segunda Cimeira do Fórum para a Cooperação China-África, que se realizou em Joanesburgo, na África do Sul.

“Hoje, as relações entre China e África alcançaram uma fase de crescimento sem precedentes na história”, afirmou o Presidente, citado pela agência oficial chinesa de notícias Xinhua. “Vamos dar as mãos […] e abrir uma nova era de cooperação China-África com benefícios recíprocos e em prol do desenvolvimento comum”, acrescentou o Chefe de Estado chinês.

De acordo com a Xinhua, os novos programas destinados a reforçar a cooperação entre a China e o continente africano abrangem as áreas da industrialização, modernização agrícola, infra-estruturas, serviços financeiros, desenvolvimento ecológico, flexibilização nos domínios do comércio e do investimento, redução da pobreza e segurança social, saúde pública, intercâmbio cultural e paz e segurança.

O novo financiamento avançado pela China inclui US$5 mil milhões em ajuda humanitária e empréstimos sem juros, bem como US$35 mil milhões em empréstimos preferenciais e crédito bonificado à exportação, explicou ainda a agência noticiosa.

A Segunda Cimeira do Fórum para a Cooperação China-África terminou no sábado, com a assinatura da Declaração de Joanesburgo e de planos de acção para o período entre 2016 e 2018. Xi Jinping afirmou no final da cimeira ter chegado a acordo com os líderes africanos para elevar a relação sino-africana ao estatuto de nova parceria estratégica de cooperação, uma proposta que lhes tinha apresentado na sexta-feira.