Notícias

China mantém-se como principal parceiro comercial do Brasil no primeiro semestre

A China manteve o posto de principal parceiro comercial do Brasil nos primeiros seis meses de 2017, de acordo com estatísticas divulgadas na segunda-feira pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços do Brasil.
Os dados revelam que as exportações brasileiras para a China totalizaram US$28,1 mil milhões na primeira metade do ano, o que representa um aumento de 34,2 por cento relativamente ao mesmo período de 2016.
Por outro lado, as importações de produtos chineses pelo Brasil situaram-se em US$12,51 mil milhões no período de Janeiro a Junho, acrescenta o relatório do ministério brasileiro.
O excedente comercial global do Brasil atingiu um recorde de US$36,2 mil milhões no primeiro semestre de 2017, uma subida acentuada de 53,1 por cento em relação ao mesmo período do ano anterior, mostram os dados.