Notícias

China financia apoio alimentar a estudantes guineenses

O Governo chinês lançou na semana passada um programa de apoio alimentar que irá beneficiar mais de 150 mil estudantes em quase 700 escolas da Guiné-Bissau, através do Fundo de Assistência à Cooperação Sul-Sul, uma iniciativa chinesa.

Cirilo Mamasaliu Djaló, Ministro da Educação Nacional e Ensino Superior da Guiné-Bissau, Guo Ce, Embaixador chinês em Bissau, e representantes do Programa Alimentar Mundial da Organização das Nações Unidas participaram na cerimónia de arranque do programa.

Segundo a CCTV, Cirilo Mamasaliu Djaló disse que o programa vai ajudar estudantes com dificuldades financeiras e afectados pela pandemia da COVID-19, apoiando assim o trabalho do Governo da Guiné-Bissau.

Guo Ce disse que a China e a Guiné-Bissau são “países-irmãos e parceiros” e prometeu que as autoridades chinesas vão trabalhar para ajudar, na medida das suas possibilidades, os países em desenvolvimento, avançou a televisão estatal chinesa.