Notícias

Banco Exim da China apoia construção de central hidroeléctrica em Angola

O Banco de Exportação e Importação (Exim) da China irá providenciar um apoio financeiro de US$40 milhões à construtora encarregada da central hidroeléctrica que está a ser construída em Caculo Cabaça, na província angolana de Cuanza Norte, noticiou esta semana o Diário do Povo, jornal oficial do Partido Comunista da China.

O projecto do Aproveitamento Hidroeléctrico de Caculo Cabaça, uma obra a ser executada pelo grupo China Gezhouba (CGGC), vai ser o maior do género no país e também a maior central hidroeléctrica a ser construída por uma empresa chinesa em África. A central promete gerar electricidade suficiente para mais de 50 por cento das necessidades de energia eléctrica de Angola.

Em Agosto, a China Gezhouba deu início à construção da central hidroeléctrica, orçada em US$4,53 mil milhões e com uma capacidade instalada de 2.172 megawatts, avançou a agência de notícias oficial chinesa Xinhua.

A barragem deverá estar pronta num prazo de 80 meses e, durante o pico do período de construção deverá gerar quase 10 mil empregos.