Notícias

China desembolsou perto de 2 ME para apoiar crianças afectadas por ciclone em Moçambique

O Governo chinês desembolsou dois milhões de dólares (1,9 milhões de euros) para apoiar crianças afectadas pelo ciclone Idai, que se abateu sobre o centro de Moçambique em 2019, informou o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).

O projecto foi desenhado com o objectivo de aumentar o acesso a materiais e medicamentos de prevenção da malária, incluindo a utilização de redes mosquiteiras tratadas com insecticida de longa duração para reduzir a morbidade e mortalidade, especialmente em crianças e mulheres grávidas, indicou uma nota do Unicef.

Segundo a agência da ONU, até ao momento, o fundo chinês serviu para a aquisição e distribuição de 250.000 redes mosquiteiras, que beneficiaram 441.495 pessoas, bem como a obtenção de testes e medicamentos. Por outro lado, com o fundo disponibilizado pela China, pelo menos 544.002 crianças tiveram acesso a consultas médicas.