Notícias

China adquiriu 63% das exportações petrolíferas angolanas em 2016

A China comprou 62,7 por cento de todo o petróleo bruto angolano exportado diretamente pela Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola (Sonangol) em 2016, segundo dados da petrolífera compilados na quinta-feira pela agência de notícias portuguesa Lusa.

As exportações da concessionária estatal angolana para a China totalizaram no ano passado 127,82 milhões de barris de petróleo bruto, mantendo a nação asiática na liderança dos destinos das exportações petrolíferas angolanas, bastante à frente da Índia – segundo maior cliente, com apenas 9,8 por cento de todo o crude vendido ao exterior pela concessionária estatal.

No total, a Sonangol comercializou directamente 203,86 milhões de barris em 2016, um decréscimo de 9 por cento face a 2015, justificado pela petrolífera, no seu relatório de contas, com a baixa do preço do petróleo bruto no mercado internacional.

Portugal importou 2,9 por cento do petróleo bruto angolano e a França 1,3 por cento, seguindo-se a Espanha e Itália, com 0,5 por cento cada.