Notícias

China e Brasil apostam no reforço da cooperação militar

A China e o Brasil devem reforçar a cooperação no âmbito militar, disse na quarta-feira o Ministro da Defesa chinês, Chang Wanquan, durante um encontro com o seu homólogo brasileiro, Jaques Wagner.

O governante brasileiro deslocou-se a Pequim como enviado especial do seu país às cerimónias de celebração do 70.º aniversário do fim da Segunda Guerra Mundial, noticiou o Chinese Military Online, um portal oficial das forças armadas chinesas.

“A cooperação militar e de defesa é uma importante componente das relações bilaterais sino-brasileiras, e o respectivo aprofundamento é fundamentalmente benéfico para ambos os países”, referiu o Ministro chinês.

Chang Wanquan disse ainda que a China está disponível para reforçar a cooperação com o Brasil em operações internacionais de manutenção de paz, logística militar, apoio humanitário e assistência em casos de catástrofe.

Em resposta, Jaques Wagner sublinhou que a cooperação entre ambos os países atingiu já frutos nos campos económico, comercial, tecnológico, cultural e militar. Citado pelo Chinese Military Online, o Ministro da Defesa do Brasil enfatizou a vontade de aprofundar a cooperação militar com a China.