Notícias

China reforça posição como destino principal para exportações brasileiras

A China reforçou a sua posição como o principal parceiro comercial do Brasil, sendo o destino de 30 por cento das exportações brasileiras no ano passado, um aumento de 5 pontos percentuais em relação a 2017, disse numa nota Salim Hammad, analista do BNP Paribas.

Segundo dados do Ministério da Economia, citados pela agência noticiosa estatal brasileira Agência Brasil, as exportações do país para a China atingiram US$66,6 mil milhões em 2018, uma subida de quase um terço.

Os dados revelam que os principais produtos exportados para a China foram matérias-primas minerais (petróleo bruto, minério de ferro, ligas de ferro) e produtos agro-pecuários (soja, algodão, celulose e carne bovina e de frango).

Salim Hammad sublinhou que, no que toca às exportações brasileiras, 80 por cento da soja, 50 por cento do minério de ferro e 35 por cento do petróleo e gás natural vendidos ao exterior têm como destino a China.