Notícias

Centro BRICS de desenvolvimento de vacinas inaugurado em Pequim

O laboratório chinês Sinovac Biotech Ltd. Inaugurou, na semana passada, um centro para reforçar a investigação e desenvolvimento de vacinas contra a COVID-19 no bloco BRICS, que inclui o Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.

O Centro BRICS de Pesquisa e Desenvolvimento de Vacinas, situado em Pequim, quer promover a produção de vacinas autorizadas e o reconhecimento mútuo de critérios, avançou a agência noticiosa estatal chinesa Xinhua.

A nova instituição irá cooperar com universidades, instituições científicas e empresas dedicadas à prevenção de doenças para monitorizar as mutações do novo coronavírus que provoca a COVID-19.

O centro irá explorar estratégias alternativas de administração de vacinas e reforçar a capacidade de testagem, o fabrico e a industrialização das vacinas, referiu a Xinhua.

O Sinovac, que desenvolveu a vacina contra a COVID-19 CoronaVac, já distribuiu 540 milhões de doses na China e a quase 40 países e regiões em todo o mundo, incluindo o Brasil. O volume de doses da CoronaVac representa cerca de um quarto do fornecimento mundial, de acordo com a agência de notícias.

Cerca de 400 milhões de doses da CoronaVac já foram administradas, acrescentou a Xinhua.