Notícias

Associação quer formar especialistas em medicina chinesa no Brasil

A Associação de Medicina Chinesa e Acupuntura do Brasil (Ameca) quer lançar cursos de formação para especialistas em medicina tradicional chinesa no Brasil, avançou a agência noticiosa estatal chinesa China News Service.

A Presidente da Ameca, Hui Qing, disse que os cursos poderiam oferecer a estudantes brasileiros oportunidades de prosseguir os estudos de medicina tradicional chinesa na China.

A responsável disse à agência de notícias acreditar que há potencial no Brasil para o desenvolvimento deste sector, uma vez que as pessoas querem saber mais sobre os tratamentos médicos chineses.

Hui Qing criou uma equipa de voluntários para ajudar as pessoas infectadas com o COVID-19 durante o confinamento obrigatório na cidade de São Paulo, no sul do Brasil.

A medicina tradicional chinesa pode reduzir os sintomas da infecção, especialmente no tratamento da febre, defendeu a especialista, numa entrevista publicada, na quarta-feira, pela China News Service.