Notícias

Angola deverá crescer 2% este ano, Moçambique mais de 4%: consultora  

A recuperar de um período de recessão em 2016, Angola deverá apresentar este ano um crescimento económico de 2 por cento, acelerando no próximo ano para 2,5 por cento, prevê a Capital Economics. Citada pela agência de notícias Lusa, a consultora londrina avança ainda um prognóstico de crescimento de 4,5 por cento para Moçambique este ano, e 5 por cento em 2018.

Relativamente a Angola, os analistas da Capital Economics consideram que o crescimento de 2 por cento, apesar de “bastante fraco pelos padrões históricos, seria, ainda assim, uma melhoria significativa face ao recuo de 2016″.

Um factor que tem contribuído para o abrandamento da economia angolana tem sido a manutenção dos preços baixos do petróleo no mercado internacional, mas a Capital Economics prevê, para este ano, “um preço do petróleo acima do valor do ano passado, aumentando as receitas domésticas [de Angola] e melhorando a posição na balança de pagamentos”.

Quanto a Moçambique, a consultora britânica observa que a crise da dívida soberana do país não deverá travar os investimentos externos, nem afectar significativamente o crescimento económico, que deverá acelerar nos próximos anos.