Notícias

Angola recebe primeira remessa de vacina chinesa contra a COVID-19

A primeira remessa de doses encomendadas directamente pelo Governo de Angola da vacina contra a COVID-19 desenvolvida pelo laboratório chinês Sinopharm chegou à capital angolana, Luanda, na segunda-feira, avançou a Xinhua.

Segundo a agência noticiosa estatal chinesa, o Embaixador da China em Angola, Gong Tao, o Ministro de Estado e Chefe da Casa de Segurança do Presidente da República de Angola, Francisco Pereira Furtado, e a Ministra angolana da Saúde, Sílvia Lutucuta, estiveram presentes no momento de entrega do carregamento. No total, a primeira remessa inclui 3 milhões de doses.

Gong Tao descreveu as duas nações como “bons irmãos e parceiros contra tudo e todos” e prometeu que o Governo chinês irá continuar a apoiar Angola, nomeadamente no fornecimento de doses da vacina da Sinopharm.

Francisco Pereira Furtado disse que Angola está grata pelo apoio chinês na luta contra a pandemia, nomeadamente através da doação de material, intercâmbio de pessoal e partilha de tecnologia.

De acordo com a Xinhua, o responsável acrescentou que esta remessa vai acelerar a campanha nacional de vacinação em Angola.