Notícias

Angola e São Tomé e Príncipe vão receber mais doses de vacinas chinesas contra COVID-19

O Presidente de Angola, João Lourenço, assinou um decreto presidencial a autorizar a compra de 10 milhões de doses da vacina contra a COVID-19 desenvolvida pelo laboratório chinês Sinopharm Group Co. Ltd.

Segundo o diário angolano Novo Jornal, o decreto, publicado na semana passada, reserva US$88 milhões para o efeito, valor que inclui também os serviços de logística e equipamento necessários à aquisição.

Também na semana passada, o Governo de São Tomé e Príncipe anunciou que o país irá receber mais 100 mil doses da CoronaVac, uma vacina contra a COVID-19 desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac Biotech Ltd, referiu a Lusa.

Segundo a agência noticiosa portuguesa, o Porta-Voz do Governo são-tomense, Adelino Lucas, disse que as doses chegarão ao arquipélago “nos próximos dias”, no quadro da cooperação com a China.