gallery wordpress plugin

Realizou-se em Macau, entre os dias 16 e 17, a sessão de apreciação final do relatório da avaliação externa e de conclusão da avaliação, por ocasião do 15.º aniversário do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (Macau). Esta sessão contou com a presença da Secretária-Geral do Secretariado Permanente do Fórum de Macau, Dra. Xu Yingzhen e de todos os membros do Secretariado Permanente, do corpo diplomático dos Países de Língua Portuguesa em Pequim, dos especialistas para avaliação das partes envolvidas, bem como a equipa de avaliação da Academia de Ciências Sociais da China, num total de 30 pessoas.

A avaliação externa tem como objectivo avaliar de forma global o processo de desenvolvimento dos 15 anos do estabelecimento do Fórum de Macau, e apresentar propostas para o desenvolvimento futuro do mesmo. A Secretária-Geral, Dra. Xu Yingzhen referiu no seu discurso que a equipa de avaliação concluiu a investigação e pesquisa e também a elaboração da primeira versão do relatório; foram realizadas duas sessões de apreciação durante as quais os especialistas dos 9 países e 10 partes do Fórum de Macau apresentaram várias opiniões e propostas pertinentes, melhorando o relatório de avaliação. A Secretária-Geral espera que o relatório de avaliação permita que mais pessoas adquiram conhecimento sobre a história de evolução do Fórum de Macau e das relações económicas e comerciais entre a China e os Países de Língua Portuguesa, bem como disponibilize mais experiência e sugestões de referência para o futuro desenvolvimento do Fórum de Macau.

O Embaixador da Guiné-Bissau em Pequim, Dr. Malam Sambú, em representação do corpo diplomático dos Países de Língua Portuguesa em Pequim,  referiu no seu discurso que o relatório da avaliação externa permite apresentar os resultados obtidos nos últimos 15 anos do estabelecimento do Fórum de Macau e os desafios a enfrentar, facilitando o planeamento da orientação de trabalho para curto e médio prazo e elevando a eficiência de funcionamento do Fórum de Macau, com vista a promover a optimização das cooperações, bem como fomentar o desenvolvimento económico dos países envolvidos. O Embaixador espera que o relatório possa apresentar opiniões e propostas sobre o trabalho do Fórum de Macau, especialmente enriquecer o mecanismo de cooperação nos âmbitos de economia, comércio e finanças e desempenhar o papel do Fundo de Cooperação e Investimento entre a China e os Países de Língua Portuguesa para financiar as pequenas e médias empresas.

A equipa de avaliação da Academia de Ciências Sociais da China apresentou a revisão e o progresso de aperfeiçoamento do relatório da avaliação. Os especialistas e representantes dos governos da China e dos Países de Língua Portuguesa comentaram o relatório, a fim de efectuar a apreciação final e conclusão do relatório de avaliação. Durante a tarde do dia 17, os participantes visitaram o Centro de Exposição dos Produtos Alimentares dos Países de Língua Portuguesa e o Complexo da Plataforma de Serviços para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa, com o objectivo de conhecerem a evolução das obras das instalações da plataforma de Macau.