Um grupo estatal chinês realizou na quarta-feira uma operação de listagem de obrigações em Macau, revelou a Chongwa (Macao) Financial Asset Exchange, empresa gestora da plataforma financeira onde os títulos foram disponibilizados.

De acordo com a agência noticiosa portuguesa Lusa, a Nanjing Southeast State-Owned Assets Investment Group colocou à venda títulos no valor de mil milhões de yuan (US$144,7 milhões).

O presidente da Nanjing Southeast, Li Bin, disse durante uma cerimónia de lançamento das obrigações que o dinheiro angariado através da operação seria usado para criar uma zona de comércio livre na cidade de Nanjing, capital da província de Jiangsu, refere a Chongwa num comunicado.

Segundo a Lusa, Li Bin disse esperar que a listagem das obrigações possa apoiar o desenvolvimento em Macau de serviços financeiros especializados entre a China e os Países de Língua Portuguesa, assim como de um mercado de obrigações.

O comunicado refere que a Nanjing Southeast, que se dedica à reabilitação urbana e construção de infra-estruturas, vai pagar aos investidores um cupão anual de 4,6 por cento ao ano até 2029.