O Orçamento do Estado de Cabo Verde para 2020 inclui 972 milhões de escudos (US$9,8 milhões) para o arranque da construção de um terminal de cruzeiros na ilha de São Vicente, avançou a Lusa.

Segundo a agência noticiosa portuguesa, o orçamento prevê que o terminal custe 2,9 mil milhões de escudos (US$29,3 milhões) e fique pronto em 2022, no âmbito do desenvolvimento de uma nova zona económica marítima, projecto que conta com o apoio da China.

O documento enviado à Assembleia Nacional de Cabo Verde prevê que o terminal tenha “um impacto enorme nas economias de São Vicente e Santo Antão, assim como um efeito indutor na economia de Cabo Verde”.

Segundo a televisão pública cabo-verdiana RTC, o Vice-Primeiro Ministro e Ministro das Finanças, Olavo Correia, disse em Novembro que o Governo tinha como prioridade a criação em 2020 da Zona Económica Marítima Especial de São Vicente.