Timor-Leste está disposto a atrair investimento chinês para desenvolver um projecto de refinação de gás natural no sul do país, disse ao Australian Financial Review (AFR) o Embaixador timorense na Austrália, Abel Guterres.

Segundo o diário financeiro, o diplomata acrescentou que Timor-Leste está também à procura de investimento juntos de países parceiros como a Austrália, os Estados Unidos, o Japão e a Coreia do Sul.

Apesar da Woodside Petroleum Ltd, a operadora australiana do bloco marítimo de gás natural Greater Sunrise, ter mostrado relutância em investir no projecto, Abel Guterres disse ter confiança no sucesso da iniciativa.

“Isto irá ajudar a lançar outras indústrias, de serviços, telecomunicações, agricultura, pescas, turismo – todas essas indústrias que precisam de ser desenvolvidas. Assim que uma der o salto, cria um precedente e confiança nos outros investidores para seguir em frente e apostar em outros sectores”, disse o Embaixador.