O Conselho de Consumidores (CC) de Macau anunciou na quinta-feira ter chegado a acordo com a Proteste – Associação Brasileira de Defesa do Consumidor para ajudar cidadãos chineses que se encontrem no Brasil.

Num comunicado, o CC explica que a Proteste se compromete a receber casos encaminhados pelo CC e a dar apoio, no prazo de 15 dias, aos consumidores do interior da China.

Este apoio em matéria de informação e de mediação de conflitos de consumo surge no âmbito de um novo mecanismo recíproco de tratamento de litígios entre as duas partes.

O mecanismo faz parte de um protocolo de cooperação assinado recentemente, durante uma reunião na cidade brasileira do Rio de Janeiro, entre uma delegação do CC de visita ao Brasil e responsáveis da Proteste.

O acordo é um exemplo do papel de Macau como Plataforma de Serviços para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa, sublinhou o CC.