gallery wordpress plugin

Entre os dias 8 a 11 de Julho, uma delegação do Secretariado Permanente do Fórum de Macau chefiada pelo seu Secretário-Geral Adjunto, Dr. Ding Tian, visitou São Tomé e Príncipe e participou no “14º Encontro de Empresários para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa – São Tomé, 2019″.

O Encontro foi co-organizado pelo Conselho para a Promoção do Comércio Internacional da China (CCPIT), pelo Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (IPIM) e pelaAgência de Promoção de Comércio e Investimento de São Tomé e Príncipe (APCI), no qual foram enfatizadas áreas prioritárias de cooperação, nomeadamente o turismo, a agricultura, indústria de processamento, infra-estruturas e o sector de serviços. O Encontro contou com a presença de mais de 300 dirigentes de diversas áreas económicas e comerciais e empresários.

Durante a cerimónia de abertura, o Primeiro-Ministro de São Tomé e Príncipe, Dr. Jorge Bom Jesus, advertiu para as vantagens geográficas únicas de São Tomé e Príncipe, localizado no meio do Atlântico, e para o seu potencial como centro regional no futuro. Fez votos para que a plataforma deste Encontro pudesse ajudar a China e outros países e regiões de língua portuguesa a aprofundar o seu conhecimento sobre São Tomé e Príncipe e atrair mais investidores estrangeiros para o País.

O Secretário-Geral Adjunto do Secretariado Permanente do Fórum de Macau, Dr. Ding Tian, tomou a palavra e referiu que este Encontro é uma actividade de promoção económica e comercial deveras importante no enquadramento do Fórum de Macau, visto que é  uma plataforma eficaz para o intercâmbio e a cooperação pragmática entre os sectores empresariais dos países participantes do Fórum de Macau. Sublinhou que os empresários constituem uma força crucial para promover a cooperação económica e comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa, e como tal aguardava que todas as partes pudessem tirar pleno proveito desta plataforma para explorar oportunidades de negócio e reforçar a cooperação e a amizade.

No decorrer da cerimónia de abertura, o Director da Agência de Promoção de Comércio e Investimento de São Tomé e Príncipe, Dr. Joaquim Rafael Branco, o Vice-Secretário do Comité do Partido da Câmara de Comércio Internacional da China, Dr. Xu Yanbo e a Presidente do Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau, Dra. Irene Va Kuan Lau, também proferiram discursos respectivamente.

Durante a estadia em São Tomé e Príncipe, a delegação visitou o Primeiro-Ministro de São Tomé e Príncipe, Dr. Jorge Bom Jesus, o qual reconheceu os resultados obtidos pelo Fórum de Macau, salientando que para São Tomé e Príncipe, a Plataforma de Macau é a porta de entrada no mercado chinês. Aproveitou para apresentar a situação geral das principais áreas de desenvolvimento que abrangem as infra-estruturas, a energia, a agricultura e o turismo, etc.

As duas partes aproveitaram este encontro para trocar ideias sobre questões de interesse, entre as quais o papel do Fórum de Macau e da Plataforma de Serviços para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa e os trabalhos preparativos para a 6.ª Conferência Ministerial do Fórum de Macau. Ambas as partes pretendem aproveitar o papel de Macau enquanto Plataforma para estreitar a ligação e a cooperação em diversas áreas entre a China e São Tomé e Príncipe e aprofundar a amizade entre os dois países.

Aquando da visita ao Embaixador da China em São Tomé e Príncipe, Dr. Wang Wei, as duas partes concordaram com a importância do papel de Macau enquanto ponte de ligação nas relações entre a China e os Países de Língua Portuguesa. Promover o intercâmbio mútuo é uma tarefa imprescindível para desenvolver as relações entre os dois países. Entretanto, os investidores anseiam por conhecer as realidades de São Tomé e Príncipe e, por isso aguardamos que a parte são-tomense possa aproveitar as vantagens singulares do seu país, recolham informações sobre as políticas de condições favoráveis e sobre projectos competitivos para que, desta forma, possam atrair futuros investidores e realizar mais cooperação económica e comercial e outros intercâmbios.

A delegação teve ainda a oportunidade de visitar alguns projectos do sector agrícola, turístico e de processamento, incluindo a Empresa Agripalma, de produção de óleo de palma e borracha, um empreendimento de hotelaria chamado “Hotel Roça Santo António” e a Cervejaria Rosema, entre outras.