Secretariado Permanente do Fórum de Macau participou na 125.ª Feira de Cantão
 

Nos dias 14 e 15 de Abril do corrente ano, uma delegação do Secretariado Permanente do Fórum de Macau deslocou-se a Guangzhou para participar na 125.ª Feira de Importação e Exportação da China, com o intuito de divulgar o Fórum de Macau e o desempenho de Macau enquanto Plataforma, reforçando a cooperação no seio da Grande Baía. Para além disso, a visita teve como objectivo promover a cooperação económica e comercial entre as empresas do Interior da China, de Macau e dos Países de Língua Portuguesa, incrementar o desenvolvimento comum e reforçar o intercâmbio e cooperação com as outras cidades da Grande Baía Guangdong – Hong Kong – Macau.

A Feira de Cantão é uma exposição centenária de grande envergadura e de reputação internacional, na qual se estabelecem bons negócios. Como tal, o Secretariado Permanente do Fórum de Macau estabeleceu no passado relações de parceria com o Centro do Comércio Exterior da China (entidade organizadora da Feira de Cantão).  A Feira de Cantão tem vindo a tornar-se numa plataforma de excelência para a cooperação económica e comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa, nomeadamente para que as empresas dos Países de Língua Portuguesa tenham possibilidade de alargar o respectivo mercado de negócios ao Interior da China e ter acesso à Grande Baía, bem como para que as empresas do interior da China possam desenvolver parcerias e realizar investimentos com empresas dos Países de Língua Portuguesa.

O Secretariado Permanente do Fórum de Macau organiza anualmente uma delegação para participar nesta feira, onde estabelece um stand dedicado ao Fórum de Macau para promover o ambiente de negócios e investimento dos Países de Língua Portuguesa. Ao mesmo tempo, a participação pretende não só divulgar o papel de Macau enquanto Plataforma e desenvolver a cooperação económica e comercial, mas também estimular o desenvolvimento comum entre as empresas do Interior da China, Macau e dos Países de Língua Portuguesa, bem como agregar a Plataforma para a China e os Países de Língua Portuguesa com a construção da Grande Baía Guangdong – Hong Kong – Macau.