A Assembleia da República de Moçambique eleita a 15 de Outubro do ano passado iniciou na segunda-feira os trabalhos, com a tomada de posse dos novos parlamentares.

O Parlamento continua a ser controlado pela Frente de Libertação de Moçambique (Frelimo), com 144 deputados. A Resistência Nacional Moçambicana (Renamo) mantém-se como o maior partido da oposição, agora com 89 eleitos.

Os parlamentares da Renamo não marcaram presença na abertura dos trabalhos, visto que o partido considera as eleições fraudulentas.

Na quinta-feira toma posse o novo Presidente da República, Filipe Nyusi, o candidato da Frelimo. Substitui no cargo Armando Guebuza, também da Frelimo, que atingiu o limite constitucional de dois mandatos consecutivos.