A capital portuguesa, Lisboa, recebeu na quarta-feira o Fórum Internacional de Desenvolvimento da Medicina Tradicional 2019 (Europa e África), dedicado à promoção da medicina tradicional chinesa nos países lusófonos, avançou a Xinhua.

Segundo a agência noticiosa estatal chinesa, o Embaixador da China em Portugal, Cai Run, disse no discurso de abertura que a prática da medicina tradicional chinesa tem crescido após Portugal ter sido um dos primeiros países europeus a aprovar legislação específica nesta área.

Lu Hong, presidente do Parque Científico e Industrial de Medicina Tradicional Chinesa para a Cooperação entre Guangdong-Macau, apresentou o programa AMIGO, de intercâmbio entre jovens praticantes de medicina tradicional chinesa na China e nos Países de Língua Portuguesa.

Durante a cerimónia de abertura, o Parque situado na ilha de Hengqin assinou um acordo com o Ministério da Saúde e Segurança Social de Cabo Verde para reforçar a cooperação na área da medicina tradicional chinesa.

Cerca de 300 convidados participaram no fórum, incluindo o Chefe do Executivo de Macau, Chui Sai On, que está de visita a Portugal, e representantes de agências governamentais, distribuidores e associações da China, União Europeia e África.