gallery wordpress plugin

O Secretariado Permanente do Fórum de Macau participou na 24ª Feira Internacional de Macau (MIF) e na Exposição de Produtos e Serviços dos Países de Língua Portuguesa (Macau) 2019 (PLPEX). No seguimento dos anos anteriores, o Secretariado instalou o Pavilhão dos Países de Língua Portuguesa na MIF com o intuito de apoiar a construção de “Um Centro, uma Plataforma, uma Base” em Macau.

O Secretariado Permanente do Fórum de Macau, como entidade colaboradora da MIF e tal como nos anos anteriores, instalou o Pavilhão dos Países de Língua Portuguesa por ocasião da MIF, com o objectivo de apresentar e promover os produtos, a cultura e arte singulares dos Países de Língua Portuguesa através da plataforma da China e dos Países de Língua Portuguesa na PLPEX. No dia 17, o Pavilhão dos Países de Língua Portuguesa recebeu a visita do corpo diplomático dos Países de Língua Portuguesa na China, os quais aproveitaram para trocar impressões e elogiar os efeitos positivos da instalação do Pavilhão. Manifestaram o seu desejo para que haja uma melhoria da divulgação dos produtos e cultura dos Países de Língua Portuguesa, alargamento da cooperação com Macau e o Interior da China, e para que seja possível atrair mais empresas para investirem nos Países de Língua Portuguesa através das várias actividades.

O Pavilhão dos Países de Língua Portuguesa foi instalado no Centro de Convenções e Exposições do Venetian de Macau. Neste Pavilhão foram criados oito stands exclusivos para cada País de Língua Portuguesa, designadamente Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste, de forma a apresentar e divulgar, através da exposição de produtos, fotografias, textos descritivos e vídeos sobre os ambientes de negócio e de investimento dos Países de Língua Portuguesa, para além de promover o Fórum de Macau e a plataforma de serviços de Macau. O Governo da RAEM disponibilizou jovens bilingues para darem apoio no intercâmbio e divulgação dos Países de Língua Portuguesa inseridos neste Pavilhão, criarem uma plataforma de intercâmbio e cooperação junto das empresas da China e dos Países de Língua Portuguesa e explorarem oportunidades comerciais entre a China e os Países de Língua Portuguesa, desempenhando o papel enquanto plataforma de serviços comerciais de Macau.