gallery wordpress plugin

O vogal executivo da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), Dr. António Silva, visitou o Secretariado Permanente do Fórum de Macau no dia 18 de Outubro. A Secretária-Geral, Dra. Xu Yingzhen, recebeu a delegação da AICEP. O Secretário-Geral Adjunto, Dr. Rodrigo Brum, e a Delegada de Portugal junto do Secretariado Permanente, Dra. Maria João Bonifácio, também estiveram presentes no encontro.

A Secretária-Geral, Dra. Xu Yingzhen, deu as boas-vindas ao Dr. António Silva e evidenciou o empenho do Fórum em aproveitar as vantagens de Macau enquanto Plataforma, promovendo a cooperação económica e comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa. O Secretariado Permanente manifestou o desejo em reforçar a comunicação com a AICEP para melhor desenvolver o papel de Macau enquanto Plataforma, bem como explorar a cooperação nas várias áreas como a economia e comércio, os recursos humanos, a medicina tradicional, a cultura e cooperação entre províncias e cidades, entre outras; com o objectivo de melhor servir as empresas e de fortalecer a cooperação empresarial entre os dois países e permitir, ao mesmo tempo, que mais empresas portuguesas conheçam o Fórum de Macau e fazer com que mais empresas das províncias e municípios do Interior da China conheçam os Países de Língua Portuguesa.

O Dr. António Silva agradeceu a recepção calorosa do Secretariado Permanente do Fórum de Macau e afirmou que a Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), tem vindo a dedicar-se, de forma activa, à promoção da participação de Portugal na CPLP. Na área da formação de recursos humanos, a parte portuguesa tem vindo a desenvolver vários projectos de formação para os talentos de Angola, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe, entre outros, através dos quais são oferecidos estágios de curto prazo para jovens de vários países, incluindo a China. O Dr. António Silva frisou que a AICEP vai continuar a promover de forma sistemática a entrada de pequenas e médias empresas portuguesas nos mercados de Macau e do Interior da China.

Nesta edição da MIF, a participação activa de várias pequenas e médias empresas irá permitir com que os empresários portugueses possam vir a conhecer melhor o mercado de Macau e os mercados do Interior da China.