gallery wordpress plugin

O Gabinete de Apoio do Secretariado Permanente do Fórum de Macau organizou, no dia 11 de Setembro, na Escola Secundária Luso-Chinesa de Luís Gonzaga Gomes, uma sessão de “Diálogo Aberto entre a Coordenadora do Gabinete de Apoio do Secretariado Permanente do Fórum de Macau e os Jovens”. A Coordenadora do Gabinete de Apoio, Dr.ª Mok Iun Lei, teve a oportunidade de dialogar abertamente com mais de 50 alunos que frequentam o curso de língua portuguesa. A Coordenadora do Gabinete auscultou as opiniões dos alunos no sentido de aprofundar a comunicação e o intercâmbio com jovens de Macau. A Sessão também contou com a presença do Director desta escola, Dr. Leong Iao Cheng.

Relativamente à sessão subordinada ao tema de “Conhecer as Vantagens da Plataforma entre a China e os Países de Língua Portuguesa, Criar Raízes em Macau e Alargar os Horizontes”, a Coordenadora do Gabinete de Apoio, Dr.ª Mok Iun Lei, reiterou que o Governo da RAEM tem estado empenhado no projecto de construção a “Plataforma de Serviços para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa” em Macau, na qual já começaram a ser implementadas diversas medidas relativas tais como, a criação dos “Três Centros” (nomeadamente o “Centro de Serviços Comerciais para as Pequenas e Médias Empresas da China e dos Países de Língua Portuguesa”, o “Centro de Distribuição dos Produtos Alimentares dos Países de Língua Portuguesa”, e o “Centro de Convenções e Exposições para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa”), bem como a abertura da página electrónica “Portal para a Cooperação na Área Económica, Comercial e de Recursos Humanos entre a China e os Países de Língua Portuguesa”, os quais poderão fornecer informações comerciais às empresas da China e dos Países de Língua Portuguesa.

Referiu ainda que, em termos de instalações (hardware) em Macau, está a ser construído de momento o “Complexo da Plataforma de Serviços para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa”, no sentido de fornecer um local designado para realizar trabalhos diários, organizar reuniões e criar centros de informação para as instituições e entidades governamentais. Além disso, com o objectivo de apoiar a construção da Plataforma entre a China e os Países de Língua Portuguesa em Macau, o Fórum de Macau tem vindo a envidar esforços no sentido de promover a formação dos quadros bilingues qualificados, para a qual foi criado o Centro de Formação do Fórum de Macau para organizar de forma regular seminários temáticos e actividades de intercâmbio. Foram ainda organizados recrutamentos de voluntários para apoiar as actividades do Fórum de Macau, criando desta forma oportunidades de estágio aos estudantes bilingues.

A Coordenadora manifestou o seu apreço por saber que os estudantes que se voluntariaram para as actividades do Fórum de Macau, apreciaram a experiência e aproveitaram de forma proveitosa os seus estágios. Os estágios, para além de aprimorar a proficiência em Chinês e Português dos estudantes, permitiram aos estudantes alargar os seus horizontes e aprofundar conhecimentos sobre o Fórum de Macau e fortaleceram as amizades entre colegas. Sublinhou ainda que, com o lançamento do Plano de Desenvolvimento da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau, Macau irá receber novas oportunidades de desenvolvimento económico. A Coordenadora terminou com algumas palavras de aconselhamento aos estudantes, para que devam aproveitar ao máximo as suas vantagens enquanto talentos bilingues em Chinês e Português e para beneficiem do posicionamento de Macau enquanto Plataforma entre a China e os Países de Língua Portuguesa. Desta forma, terão oportunidade de participar de forma proactiva na construção da Grande Baía, apanhar o comboio nacional do desenvolvimento rápido e partilhar os resultados frutíferos do desenvolvimento da Grande Baía.