A empresa chinesa Tiandai Mining deverá arrancar em Outubro com a exploração de uma mina de ouro na província de Bengo, no noroeste de Angola, disse Kayaya Cahala, Administrador da concessionária estatal angolana Ferrangol.

Segundo a agência noticiosa portuguesa Lusa, o executivo revelou que a mina, situada no município de Nambuangongo, terá reservas de cerca de 1,5 milhões de toneladas em depósitos primários de ouro.

Kayaya Cahala falava na segunda-feira, na capital angolana, Luanda, durante uma palestra intitulada “Dados sobre a Actual Actividade do Ouro em Angola”.

O Administrador da Ferrangol prevê para este ano o arranque da exploração em quatro minas de ouro, que vão garantir no total uma produção de mais de 700 quilos de ouro por ano.

O primeiro projecto a arrancar, ainda na primeira metade deste ano, disse Kayaya Cahala, deverá ser o projecto do Chipindo, na província de Huíla, no sudoeste de Angola, que está já em fase de ensaios.

 

Share This