A China foi a principal fonte de investimento estrangeiro em Portugal no ano passado, com investimentos anunciados no valor total de mais de 10 mil milhões de euros (US$11,5 mil milhões), refere a Transactional Track Record (TTR).

Segundo um relatório da consultora internacional divulgado na quinta-feira, empresas chinesas lançaram cinco negócios de fusão e aquisição em Portugal em 2018, dois no sector da saúde, dois na energia e um no imobiliário.

O documento, citado pelo jornal financeiro português Negócios, sublinha que o maior negócio anunciado foi a oferta pública da eléctrica portuguesa EDP por parte da empresa estatal chinesa China Three Gorges, um negócio que poderá chegar aos 9,07 mil milhões de euros.

A TTR refere que a Espanha foi o país de origem da maioria dos investimentos estrangeiros em Portugal, com empresas espanholas a lançarem 49 fusões e aquisições em Portugal em 2018, com um valor total de 2,3 mil milhões de euros e quase metade dos negócios no sector do imobiliário.