A Confederação Nacional da Indústria (CNI) brasileira e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) vão enviar uma missão à Exposição Internacional de Importação da China.

Num comunicado conjunto divulgado na terça-feira, a CNI e a Apex-Brasil apontam a segunda edição da feira, marcada para Novembro, em Xangai, como um dos três mais importantes eventos no âmbito da promoção do comércio internacional até ao final do ano.

A missão faz parte de uma parceria na qual ambas as entidades se comprometem a investir um total de 13 milhões de reais (US$3,19 milhões) para promover as empresas brasileiras no estrangeiro durante os próximos dois anos e meio.

Num outro comunicado também divulgado na terça-feira, a Apex-Brasil e a Associação Brasileira das Indústrias de Biscoitos, Massas Alimentícias e Pães e Bolos Industrializados incluíram a China entre os oito países-alvo onde vão investir um total de 5 milhões de reais em promoção até 2021.