A exportação de açúcar e de carne do Brasil para a China vai estar em cima da mesa numa reunião marcada para hoje entre governantes dos dois países, avançou a Reuters.

A Ministra brasileira da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina Dias, que está de visita à China, disse à agência noticiosa que iria abordar os assuntos num encontro com a Administração Geral da Alfândega da China.

“Exportamos açúcar e iremos exportar açúcar produzido a partir de cana-de-açúcar geneticamente modificada. O açúcar em si não é geneticamente modificado, por isso vamos explicar [à China] o processo científico e porque o açúcar não deve ser considerado um produto geneticamente modificado”, disse a governante.

A Reuters referiu ainda que há 79 matadouros brasileiros à espera de aprovação para exportar carne para a China, mas que até agora apenas 10 receberam a visita de inspectores chineses.

“Um ponto que vamos discutir é se será necessário visitar todas as unidades ou se podem seleccionar uma amostra”, explicou Tereza Cristina Dias.